Damasco: Presença de tropas turcas na Síria é 'agressão aberta'

© AFP 2022 / Timothy A. ClaryMinistro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, na Assembleia Geral da ONU
Ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, na Assembleia Geral da ONU - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Durante a sua intervenção na Assembleia Geral da ONU, o chanceler sírio, Walid Muallem, afirmou que a Turquia deve retirar suas tropas do território sírio.

Veículos blindados turcos enviados para a Síria para lutar contra o grupo terrorista Daesh - Sputnik Brasil
Analista: se Turquia cruzar a linha vermelha na Síria, poderá desencadear nova guerra
Ele reiterou o compromisso da Síria em respeito ás negociações em Genebra sobre a resolução do conflito. "Confirmamos nossas obrigações de seguir com o processo de Genebra", disse Muallem.

"A Síria mantêm uma postura construtiva a respeito da solução política e apela para que decisões eventuais respeitem a soberania, independência e integridade territorial da Síria, assim como a unidade do seu povo", disse o chanceler. 

Damasco também condenou a presença das tropas turcas em território sírio, argumentando que trata-se de uma 'agressão aberta'. "Ancara deve retirar as suas forças", frisou o ministro das Relações Exteriores da Síria. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала