Rússia: OSCE não pode silenciar sobre Guantánamo

© AP Photo / Charles DharapakPrisão de Guantánamo
Prisão de Guantánamo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Se o Escritório para Direitos Humanos e Instituições Democráticas da OSCE pretende ter objetividade, não pode encobrir a questão das graves violações de direitos humanos na prisão dos EUA em Guantánamo. É o que afirma o representante da delegação russa na cúpula da OSCE em Varsóvia, Nikolai Kalashnikov.

A afirmação do princípio do estado de direito deve estar permanentemente no foco de atenção dos estados-membros da OSCE e permanecer sendo a mais importante direção da nossa cooperação", afirmou ele, observando que um das mais gritantes violações de direitos humanos é a prisão americana de Guantánamo. 

Presidente dos EUA, Barack Obama, anuncia plano para fechar prisão de Guantánamo - Sputnik Brasil
Casa Branca diz que Obama ainda espera conseguir fechar Guantánamo
"Em alguns meses o presidente dos EUA, Barack Obama, deixará seu cargo, não cumprindo com a sua promessa de fechar a desumana insituição. A OSCE deve colocar um limite para graves violações de direitos humanos", observou. 

Segundo ele, "se o Escritório para Direitos Humanos e Instituições Democráticas da OSCE pretende ser objetivo, não pode silenciar sobre este problema", afirmou o representante da delegação russa.    

A base de Guantanamo é alugada pelos EUA desde 1903, através de um acordo de arrendamento perpétuo que só pode ser rescindido mediante um acordo entre ambas as partes.

Em fevereiro, o presidente Barack Obama enviou ao congresso um plano para fechar de uma vez por todas a polêmica prisão de Guantánamo e transferir os mais de 90 detentos que estão lá para outro local. Mas muitos parlamentares ainda se opõem à medida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала