Jornalistas da Rossiya Segodnya e Sputnik são discriminados na Europa

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensAgência Rossiya Segodnya
Agência Rossiya Segodnya - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um membro da Câmara Civil russa informou que jornalistas das agências internacionais de notícias Rossiya Segodnya e Sputnik enfrentam discriminação em vários países da UE.

A respectiva informação foi divulgada nesta quinta-feira (22) por Veronika Krasheninnikova, membro da Câmara Civil da Rússia.

Durante seu discurso na conferência de direitos humanos realizada pela Organização de Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) em Varsóvia ela disse:

"O sentido real do termo democracia exclui as tentativas de impor uma vontade sua a pessoas estrangeiras. De forma semelhante, a discriminação contra jornalistas é contrária aos princípios da democracia e liberdade de expressão. Isso é óbvio para a Europa, mas mesmo assim tais casos, envolvendo jornalistas russos, têm lugar regularmente em Estados membros da UE… As agências internacionais Rossiya Segodnya e Sputnik se tornaram alvo dessa abordagem discriminatória."

A agência de notícias Sputnik - Sputnik Brasil
Jornalista da Sputnik fica sem acesso à Europa até 2020
Krasheninnikova sublinhou também que a Rússia está preocupada com as violações de direitos dos jornalistas russos, inclusive em países da União Europeia como Polônia, Estônia, Letônia e Lituânia, bem como em países da OSCE como Ucrânia, Moldova e Geórgia.

De acordo com a funcionária, alguns jornalistas das agências acima mencionadas passaram por interrogatórios e pressões de serviços de inteligência de Estônia e Moldova e a outros foram negadas entradas na Estônia e Letônia. Ela também recordou que os ativos das agências foram congelados.

O edifício da MIA Rossiya Segodnya em Moscou - Sputnik Brasil
Meios financeiros da agência Rossiya Segodnya foram congelados ilegalmente
Assim, Krasheninnikova apelou os Estados membros da OSCE para porem fim à discriminação e para aderirem aos valores democráticos, tais como a liberdade de expressão, de pensamento e a liberdade de imprensa. 

A Sputnik é uma agência de notícias e emissora de rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões de rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais.

A agência internacional de informação Rossiya Segodnya é um grupo midiático com a missão de cobrir eventos mundiais de uma maneira rápida, equilibrada e imparcial. O grupo oferece visões alternativas dos maiores eventos na Rússia e no mundo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала