EUA e Rússia devem tomar medidas para 'pôr fim à competição terrível'

© AP Photo / Virginia MayoO ex-comandante supremo da OTAN na Europa Philip Breedlove
O ex-comandante supremo da OTAN na Europa Philip Breedlove - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-comandante das Forças Armadas dos EUA na Europa, general, Phillip Breedlove, afirmou que os militares norte-americanos e russos devem dar passos para pôr fim às tensões ou estas continuarão a agravar-se, ameaçando a todos.

"Sa não fizermos algo para pôr fim a esta competição terrível, isso prejudicará a Europa e todos no longo prazo", disse Breedlove na segunda-feira (19). 

Avião russo Ilyushin Il-20, um dos aviões escoltados por caças da OTAN - Sputnik Brasil
Lituânia: Força Aérea da OTAN escolta quatro vezes aviões russos
Na sua opinião, resolver esta situação de impasse ''significa construir relações seguras e consistentes de ambos os lados".

Se as partes vierem a demonstrar confiança, podem atingir um acordo mais formal, explicou Breedlove. O general demitiu-se do posto de chefe das tropas norte-americanas na Europa e supremo comandante das forças aliadas da OTAN na Europa em maio do ano em curso. 

Soldados norte-americanos em centro da OTAN no Leste Europeu - Sputnik Brasil
5 razões para os Estados Unidos perderem uma guerra com a Rússia
Quando exercia funções, Breedlove reuniu-se de forma regular com o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas, Valery Gerasimov.

"Entretanto, quando aconteceu a Crimeia, tudo foi suspenso", disse.

Além disso, Breedlove declarou que a liderança russa queria uma OTAN enfraquecida e dividida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала