Vergonha do jornalismo estadunidense: The Washigton Post apela julgar Snowden

Nos siga noTelegram
O jornal dos EUA The Washington Post criou um precedente vergonhoso, apelando julgar seu próprio informante, o ex-funcionário da CIA e da NSA Edward Snowden.

Conta do Twitter de Edward Snowden - Sputnik Brasil
Snowden responde às acusações do Congresso dos EUA
Sobre isso escreve o jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do portal The Intercept, que, juntamente com os jornais The Guardian, New York Times e o próprio The Washington Post, publicou documentos fornecidos por Snowden.

A proteção de fontes é uma prática comum na indústria da mídia. As edições mais importantes do mundo publicam informações recebidas de fontes sob condição de anonimato. Três das quatro edições, que publicaram informações de Snowden, pediram ao governo dos EUA que permitisse a Snowden regressar ao país sem apresentação de quaisquer acusações, mas esse não foi o caso de The Washington Post, diz Greenwald.

"Ao fazê-lo, The Washington Post comete um dos mais questionáveis 'feitos' na história da mídia dos EUA: este é o primeiro jornal que apelou publicamente para o julgamento de seu próprio informador, cuja informação 'deu' ao jornal o Prêmio Pulitzer", disse o jornalista.

Bernie Sanders - Sputnik Brasil
Bernie Sanders sai em defesa de anistia para Edward Snowden
A situação contraditória é que o artigo sobre o programa de vigilância sobre cidadãos, o único que o WP considera como informação de interesse, foi publicado no The Guardian e o The Washington Post publicou outras informações de Edward Snowden. Pelo material sobre o programa PRISM, que é hoje por ele apresentado como "não tendo valor público", o The Washington Post ganhou o Prêmio Pulitzer.

O autor concorda que Snowden vazou detalhes de operações internacionais da inteligência, mas chama a atenção para o fato, que a decisão de publicar foi tomada pelos principais executivos do Washington Post, e não pelo próprio Snowden. Assim, foi o jornal quem violou o direito fundamental à proteção de suas fontes que, de acordo com Glenn Greenwald, é uma violação de todas as regras e normas possíveis.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала