Dinamarca reconhece ter participado do ataque contra exército sírio

CC BY-SA 2.0 / Carlos Menendez San Juan / Caça F-16 da Dinamarca
Caça F-16 da Dinamarca - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na operação da coalizão internacional participaram dois caças F-15 da Dinamarca.

Cidade síria de Deir ez-Zor (arquivo) - Sputnik Brasil
Por que 'é pouco provável' que bombardeio dos EUA contra tropas sírias tenha sido acidente
Na declaração publicada no site do exército dinamarquês se acrescenta que Copenhague está pronta a se desculpar perante Damasco se for confirmada a informação de que se tratou de um ataque inadvertido. 

"O ataque foi cessado imediatamente, porque da parte da Rússia surgiu a informação de que estariam sendo atacadas posições dos militares sírios", acrescentaram militares da Dinamarca. 

Caças das Forças Armadas dos EUA durante operação nos céus da Síria - Sputnik Brasil
Mídia revela: coalizão dos EUA atacou exército sírio durante missão não planejada
Anteriormente, a Austrália tinha também reconhecido a sua participação neste ataque. 

"Nosso país nunca atacaria o exército sírio nem apoiaria o Daesh", declarou o Ministério da Defesa australiano, exprimindo condolências aos familiares dos mortos e feridos. 

As forças da coalizão internacional efetuaram 4 ataques contra o exército sírio no sábado (17). Cerca de 62 militares sírios morreram, mais de 100 foram feridos.

​O Pentágono já tinha confirmado o ataque contra as posições das forças governamentais, classificando o incidente como "um erro".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала