Ex-presidente da Polônia: mundo está perdendo interesse pela crise ucraniana

© Sputnik / Mikhail Palinchak / Abrir o banco de imagensPresidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente dos EUA, Barack Obama
Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente dos EUA, Barack Obama - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Discursando na cúpula anual da Estratégia Europeia de Yalta, realizada em Kiev, o ex-presidente polonês Aleksandr Kwasniewski afirmou que o mundo já não está se focando na crise da Ucrânia.

"A notícia má é que temos cada dia menos interesse da parte dos aliados da Ucrânia, especialmente da União Europeia e dos EUA. Passando algum tempo, surgem novos problemas: a Coreia do Norte, as eleições presidenciais americanas<…>", lamenta Kwasniewski, citado pela edição Korrespondent.

Monumento da Independencia em Kiev, Ucrânia - Sputnik Brasil
'União Europeia pode aplicar sanções contra Ucrânia'
Ele notou que isto não é bom para Ucrânia, que precisa tanto de apoio, entendimento e unidade internacionais.

O último cessar-fogo entrou em vigor em Donbass no dia 1 de setembro de 2016. Entretanto, as partes em conflito denunciaram por várias vezes a violação do regime. Na noite de 15 de setembro, as autodenominadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk declararam uma trégua unilateralmente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала