Moscou: Ataque contra tropas sírias pode ter resultado da relutância dos EUA em cooperar

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensMajor General Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia
Major General Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ataque aéreo deste sábado (17) das forças da coalizão liderada pelos EUA contra posições do governo sírio pode ter sido resultado da falta de vontade de Washington para coordenar as suas ações com a Rússia, afirmou o porta-voz do Ministério da Defesa russo, major-general Igor Konashenkov.

Caças israelenses F-16 no ar sobre a base militar Hatzerim perto de cidade israelense de Beersheva, Israel, 31 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Aeronaves da coalizão internacional, liderada por EUA, atacaram tropas sírias
De acordo com informações recebidas do comando sírio em Deir ez-Zor, 62 soldados foram mortos nos ataques aéreos e cerca de 100 pessoas ficaram feridas. O Ministério da Defesa russo disse ainda acrescentando que militantes do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) lançaram uma ofensiva logo após o ataque da coalizão.

"Se este ataque aéreo foi causado por informações erradas sobre a posição dos alvos, isso seria um resultado direto da persistente falta de vontade dos EUA em coordenar com a Rússia as suas ações contra grupos terroristas na Síria", disse Konashenkov.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала