Rússia está disposta a prorrogar o cessar-fogo na Síria para 72 horas

© REUTERS / SANA/HandoutForças leais ao presidente sírio Bashar al-Assad se dirigindo ao complexo militar, depois de terem tomado áreas a sudoeste de Aleppo que os rebeldes invadiram no mês passado. Imagem cedida pela Agência Árabe Síria de Notícias em 5 de setembro de 2016
Forças leais ao presidente sírio Bashar al-Assad se dirigindo ao complexo militar, depois de terem tomado áreas a sudoeste de Aleppo que os rebeldes invadiram no mês passado. Imagem cedida pela Agência Árabe Síria de Notícias em 5 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está pronta para prorrogar o regime de cessar-fogo na Síria no âmbito dos acordos de Genebra por mais 72 horas, apesar das constantes violações da trégua. A informação é do vice-chefe da Direção de Operações principais do Estado Maior, tenente-general Victor Poznihir.

Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o Secretário de Estado norte-americano John Kerry na reunião bilateral nas margens da reunião dos ministros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Belgrado, Sérvia, 3 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Rússia pede que EUA cumpram promessa de separar oposição moderada dos terroristas
Nesta sexta-feira (16) termina mais um períodos de 48 horas de cessar-fogo na Síria.

"A parte russa, apesar das numerosas violações da trégua nas hostilidades, falta de progressos na separação pelo lado americano da oposição moderada e da Frente Nusra, está fazendo de tudo para cumprir o acordo alcançado em Genebra", disse Poznihir em entrevista coletiva. 

Ele observou que Moscou está pronta para "prorrogar por mais 72 horas o regime de cessar-fogo". 

"Nós esperamos do lado americano medidas decisivas para influenciar os grupos armados sob o seu controle a aplicar estritamente os acordos de 9 de setembro. Caso contrário, a situação pode sair do controle", alertou Poznihir.

A Rússia e os EUA assinaram na última sexta-feira (9) um acordo de cessar-fogo de sete dias na Síria, além de prever a garantia de um maior acesso da ajuda humanitária às áreas em conflito.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала