Condutor abandona passageiros de trem porque seu turno havia terminado

Nos siga noTelegram
Um condutor de trem deixou 109 pessoas abandonadas em uma povoação porque seu turno havia terminado.

Mais de 100 passageiros foram abandonados em uma estação ferroviária na Espanha, após o condutor ter parado o trem por ter atingido o número máximo de horas que podia trabalhar legalmente, segundo o The Guardian, citando informações oficiais.

O castelo de Ksiaz, sob o qual o trem de ouro nazista supostamente estava escondido em Walbrzych, Polônia. - Sputnik Brasil
Caçadores de tesouro relançam busca pelo 'trem do ouro' nazista na Polônia
O trem, operado pela empresa ferroviária estatal da Espanha, Renfe, partira às 7 h de terça-feira de Santander, uma cidade do norte da Espanha, com destino a Madrid.

Cerca de duas horas mais tarde, ele parou na estação de Osorno, onde o condutor devia esperar e entregar o trem a um colega.

Mas como não encontrou ninguém para substituí-lo, ele desceu do trem dizendo que "tinha ultrapassado o horário do seu turno".

De acordo com a lei espanhola, os maquinistas não são autorizados a trabalhar por mais de seis horas seguidas para evitar fadiga e acidentes. Carlos Segura, um porta-voz do sindicato dos motoristas Semaf, disse: isto aconteceu "mas não foi porque ele decidiu ir para casa".

A Renfe teve então que organizar o transporte dos 109 passageiros em dois ônibus e um táxi para levá-los aos seus destinos.

A empresa disse que estava investigando o que tinha acontecido, acrescentando: "A Renfe gostaria de reiterar suas desculpas a todos os passageiros afetados e lamenta as inconveniências que este incidente lhes trouxe". A Renfe também ofereceu um reembolso total das passagens.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала