Ban Ki-moon critica Netanyahu por acusar opositores de defender limpeza étnica

© AFP 2022 / RONEN ZVULUN / POOL Ban Ki-moon com Benjamin Netanyahu durante uma reunião em Jerusalém em 28 de junho de 2016
Ban Ki-moon com Benjamin Netanyahu durante uma reunião em Jerusalém em 28 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, chamou a atenção do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, dizendo ser inaceitável a declaração do premier de que aqueles que se opõem aos assentamentos israelenses na Palestina seriam favoráveis ao uma limpeza étnica.

Bandeira israelense perto de assentamentos judaicos na Cisjordânia - Sputnik Brasil
Rússia critica criação de novos assentamentos israelenses
Netanyahu acusou os palestinos de tentarem estabelecer um Estado sem judeus, e declarou em um vídeo divulgado na última semana que isso poderia ser descrito como uma tentativa de limpeza étnica. 

"Eu estou perturbado por uma recente declaração do primeiro-ministro de Israel, que retratou os opositores à expansão dos assentamentos como defensores de limpeza étnica", disse Ban ao Conselho de Segurança da ONU durante uma reunião sobre o histórico conflito no Oriente Médio. "Isso é inaceitável e ultrajante".  

De acordo com o secretário, a política israelense de estabelecer construções em áreas demarcadas para o futuro Estado da Palestina é completamente ilegal. 

"Deixe-me ser absolutamente claro: os assentamentos são ilegais de acordo com o direito internacional. A ocupação, sufocante e opressiva, precisa acabar", acrescentou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала