Chancelaria russa: Rússia e EUA nunca negociaram luta conjunta contra Daesh

© Sputnik / Mikhail Alaeddin / Abrir o banco de imagensBairros leste da cidade de Aleppo, Síria, 2016 (foto de arquivo)
Bairros leste da cidade de Aleppo, Síria, 2016 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As ações conjuntas para combater o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) nunca foram negociadas ou mencionadas em acordos bilaterais, disse na quarta-feira (14) fonte do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

"A luta contra o Daesh nunca apareceu em quaisquer acordos com os EUA. Durante os últimos meses, conversamos sobre a demarcação de grupos que se consideram moderados em relação às reconhecidas estruturas terroristas. <…> Sendo assim, a luta contra o Daesh é o tema tratado por nós de forma efetiva. Se calhar, os norte-americanos [tratam de forma] não tão efetiva, como dissemos e continuamos a dizer, mas pelo menos, não há discordâncias", disse.

John Kerry, secretário de Estado dos EUA, sai do carro chegando à conferência sobre Líbia em Viena, em 16 de maio de 2016 - Sputnik Brasil
Kerry busca abafar críticas ao plano de cessar-fogo na Síria entre EUA e Rússia
Entretanto, segundo o alto diplomata, no que se trata da demarcação com a Frente al-Nusra, sempre houve grandes divergências.

"Como resultado, atingimos acordos que permitem conseguir avanços nesta direção o que consideramos como um grande progresso. O que aconteceu em 9 de setembro em Genebra fecha um dos capítulos mais difíceis e discutíveis do nosso diálogo com os EUA", acrescentou.

Vale lembrar, que na última segunda-feira (12) entrou em vigor o novo cessar-fogo na Síria que não abrange os grupos Frente al-Nusra e Daesh. O acordo do cessar-fogo foi alcançado após uma jornada de negociações entre Moscou e Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала