Kremlin responde a retórica de Obama contra a Rússia

© Sputnik / Vladimir Vyatkin / Abrir o banco de imagensKremlin, Moscou
Kremlin, Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A retórica eleitoral do discurso do presidente dos EUA Barack Obama é diferente do que Moscou ouve nas negociações. Tal diferença não contribui para a confiança mútua, declarou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov.

"Esta retórica é de estilo eleitoral, mas, claro, tais declarações não são susceptíveis de contribuir para as tentativas frágeis de estabelecer, pelo menos, uma confiança mínima [entre os EUA e a Rússia]" – disse Peskov à mídia.

Mais cedo, o líder norte-americano criticou o candidato presidencial do Partido Republicano Donald Trump e sua posição em relação à Rússia.

Secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov durante o encontro bilateral em Moscou, Rússia, 15 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Militares norte-americanos acusam Departamento de Estado de aliança 'suja' com Rússia
De acordo com Obama, Trump "bajula" o presidente russo, Vladimir Putin, enquanto os republicanos devem, pelo contrário, agir "contra a Rússia, contra o autoritarismo, manifestar-se em prol da liberdade e democracia".

A razão de tais declarações do presidente dos EUA em seu discurso em Filadélfia, em apoio de Hillary Clinton, foi a entrevista de Trump por telefone ao canal RT. O republicano, em particular, disse não concordar com os que afirmam que a Rússia pode influenciar as eleições nos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала