Militar russo fica sob fogo na Síria durante videoconferência com Moscou

© Sputnik / Maksim BlinovMilitares russos na base aérea Hmeymim na Síria
Militares russos na base aérea Hmeymim na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O relatório do representante russo no Centro para a Reconciliação na Síria russo, tenente-coronel Sergei Kopitsyn, foi interrompido por algum tempo por causa de fogo dos militantes lançado na direção da rodovia Castello que liga as partes leste e oeste de Aleppo.

Soldados israelenses realizam exercícios na parte setentrional das Colinas de Golã, 13 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
'Israel lucra com conflito sírio, mas logo a situação será alterada'
A transmissão do relatório era realizada pelo canal televisivo russo Rossiya 24. No início do relatório foram registrados tiros, foi aberto fogo contra a rodovia.

O segundo comandante do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, coronel-general Viktor Poznikhir, que moderava a transmissão ordenou a tomada de medidas de segurança.

O relatório se reiniciou depois de alguns minutos.

Às vésperas, na Síria entrou em vigor o plano acordado pelo ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Ele inclui um cessar-fogo de 7 dias a partir de 12 de setembro. Está planejado que esta pausa seja transformada em um cessar-fogo permanente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала