Conheça novo microdrone que pode causar diferença nos conflitos urbanos (VÍDEO)

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensDrone Granat Va-1200 com o fuzil-metralhadora Kedr na exposição Dia de inovações do Ministério da Defesa da Rússia 2015, região de Moscou, Rússia (foto de arquivo)
Drone Granat Va-1200 com o fuzil-metralhadora Kedr na exposição Dia de inovações do Ministério da Defesa da Rússia 2015, região de Moscou, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Empresa de San Diego, Shield AI, apresentou novidade na área de robótica. Um drone que não precisa nem de piloto nem de GPS.

A Shield AI recebeu um milhão de dólares do Departamento de Defesa norte-americano do Vale do Silício para o desenvolvimento de robô autônomo que pode voar dentro de uma casa sem uso de controles convencionais, tais como operador humano e sinal GPS.

A criação da Shield AI é do tamanho de um pequeno drone comercial composto por sensores que mapeiam o ambiente e câmeras que registram a área explorada.

Baseando-se no vídeo fornecido pelo fabricante, podemos supor que, no estágio atual de desenvolvimento, o drone é muito grande e barulhento para agir de maneira satisfatória, pois tais características tornam o drone um alvo fácil e que não serve para vigiar um prédio cercado por bandidos, por exemplo, pois o drone seria rapidamente percebido e neutralizado.

Essa limitação poderia ser resolvida se o software e sensor do Shield AI fossem instalados em um chassi diferente, tal como o PD 100 Black Hornet, usado pelas forças especiais britânicas desde 2011.

O chamado nanodrone, que cabe na palma da mão, tem a aparência de um helicóptero clássico. De acordo com o vídeo do fabricante Prox Dynamics, a novidade é capaz de voar contra ventos de 8 a 12 m/s, possui proteção à prova de tempestades, câmera térmica e visão noturna.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала