Independent: Rússia retomará status de superpotência após acordo com EUA

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensCaça da Força Aeroespacial russa Su-30SM decola da base aérea de Hmeymim, Síria, junho de 2016
Caça da Força Aeroespacial russa Su-30SM decola da base aérea de Hmeymim, Síria, junho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mídia britânica acredita que a Rússia voltará a ser superpotência em breve.

O jornal britânico The Independent, em publicação recente, opinou que graças ao recente acordo entre EUA e Rússia que busca resolver problemas relacionados à crise síria, a nação russa voltará a assumir posição de superpotência mundial.

Segundo a publicação da segunda-feira (12), a dissolução da União Soviética foi responsável pela diminuição da potência militar que o país tinha na época.

Ainda de acordo com o jornal, o possível acordo "servirá como forte estímulo para realização de ações conjuntas contra o grupo terrorista muito enfraquecido Daesh (proibido na Rússia)".

Tanques dos EUA Abrams - Sputnik Brasil
Exército dos EUA fica muito atrás da Rússia em sistemas da proteção ativa
Além desta organização terrorista, a Rússia e a coalizão internacional liderada pelos Estados unidos também combatem na Síria a Frente al-Nusra, também proibido na Rússia.

Os ataques aéreos, realizados pela Rússia e pela coalizão internacional, foram responsáveis pelo enfraquecimento dos grupos terroristas na Síria – este fato é admitido por vários especialistas. O Independent acrescenta que a futura cooperação entre Rússia e EUA poderá se tornar o ponto decisivo na luta contra o terrorismo, ao mesmo tempo permitindo que a Rússia recupere seu status de superpotência mundial.

This March 11, 2014 file photo shows CIA Director John O. Brennan speaking in Washington. The CIA's insistence that it did not spy on its Senate overseers collapsed July 31 with the release of a stark report by the agency's internal watchdog documenting improper computer surveillance and obstructionist behavior by CIA officers. Those internal conclusions prompted Brennan to abandon months of defiance and defense of the agency and apologize to Senate intelligence committee leaders. - Sputnik Brasil
Chefe da CIA chama Rússia de "adversária formidável" e pede cooperação
Na semana passada o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Jonh Kerry, após negociações em Genebra, anunciaram o plano conjunto que busca conter e até acabar com terrorismo na Síria. O plano é comporto por um pacote de cinco documentos, que visam estabelecer o regime de cessar-fogo na Síria e criar base para restauração do processo político no país.

O regime de cessar-fogo entrou em vigor em 12 de setembro às 00h00 (horário de Moscou, 18h00 de Brasília).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала