República Tcheca pode sair da OTAN devido a 'política idiota'

© AFP 2022 / Brendan Smialowski Bandeiras da Republica Tcheca, Eslováquia e os EUA
Bandeiras da Republica Tcheca, Eslováquia e os EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Comunistas tchecos, o terceiro partido em termos de influência na República Tcheca, recolhe votos para a petição sobre a saída da OTAN no âmbito de sua campanha eleitoral.

Em entrevista à Sputnik República Tcheca, o vice-presidente do Partido Comunista da República Tcheca, Josef Skala, disse que a OTAN não defende o país, mas sim o ameaça.

“A OTAN é o contrário do que apregoa. A política que promove ameaça cada vez mais a segurança”, disse Skala.

Avião de transporte dos EUA na base aérea da OTAN em Incirlik, na Turquia - Sputnik Brasil
OTAN reforça sua presença na Turquia
Na sua opinião, a República Tcheca é vista na OTAN como um escudo vivo que será o primeiro a receber o ataque de uma potência nuclear – a Rússia. Essa "política idiota" faz com que as pessoas percam trabalho, provoca despesas e riscos e prejudica os negócios.

“As potências que nos envolvem num jogo de azar lucram com isso. <…> Cada vez mais eleitores são atraídos pela nossa segurança e pela segurança europeia”, disse Skala.

No âmbito da sua campanha eleitoral, os comunistas promovem a petição pela saída do país da OTAN.

“Esta petição exige que o nosso governo não permita a instalação de tropas estrangeiras e suas armas no nosso território, não envie nossos soldados para a fronteira com a Rússia e possibilite <…> que as pessoas resolvam por si próprias a questão da necessidade de permanecer na OTAN através de um referendo democrático”, disse o vice-presidente do Partido Comunista.

A petição recolhe mais e mais assinaturas. As pessoas gostam da ideia de lutar por uma causa comum.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала