Marinheira dá à luz em porta-aviões dos EUA no golfo Pérsico

CC BY 2.0 / Expert Infantry / USS DWIGHT D. EISENHOWER
USS DWIGHT D. EISENHOWER - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Marinha norte-americana informou hoje (12) que uma marinheira que nunca tinha relatado estar grávida deu à luz uma menina a bordo do porta-aviões USS Dwight D. Eisenhower no golfo Pérsico.

Navios no Golfo Pérsico, 21 de maio de 2013, exercícios militares - Sputnik Brasil
Espetáculo militar no golfo Pérsico: Irã nega aproximação perigosa com Marinha dos EUA
O porta-voz do Comando Central das Forças Navais dos EUA, comandante Bill Urban, disse ao portal Virginian-Pilot que o bebê nasceu com 3,1 kg, e que tanto a mãe quanto a filha passam bem e foram levadas para um hospital em terra.

Urban disse ainda que a cadeia de comando não estava ciente da gravidez. A Marinha dos EUA exige que as gestantes relatem sua condição dentro de duas semanas após a confirmação feita por um médico. Mulheres grávidas são autorizados a permanecer no mar até a 20ª semana de gestação.

No entanto, ainda não está claro se a marinheira, que se queixava de dores abdominais antes do parto, sabia de fato que estava grávida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала