EUA reclamam para si mérito pela morte de líder do Daesh eliminado pela Rússia

© Sputnik / Andrei Stenin / Abrir o banco de imagensBandeira do Daesh
Bandeira do Daesh - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo dos EUA informou hoje (12) que, no dia 30 de agosto, a aviação americana eliminou durante um ataque aéreo um dos líderes do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico), Abu Mohammed al-Adnani.

A informação foi prestada pela Reuters, que citou como fonte um alto representante do Pentágono. De acordo com a agência, o ataque da aviação americana em 30 de agosto tinha por objetivo a eliminação de al-Adnani.

Major General Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia - Sputnik Brasil
Moscou explica recusa dos EUA em reconhecer eliminação de líder do Daesh pela Rússia
A morte do líder terrorista, no entanto, foi anunciada por Moscou ainda no dia 31 de agosto. De acordo com Ministério da Defesa da Rússia, em 30 de agosto caças russos Su-34 atingiram o local na cidade de Aleppo onde ocorria uma reunião do Daesh, matando mais de 40 terroristas, inclusive a segunda figura mais importante do grupo extremista, Abu Mohammed al-Adnani.

Vale destacar, que o anúncio de Moscou foi recebido com forte desprezo pelo Pentágono. O porta-voz da entidade, Peter Cook, disse que os Departamento de Defesa americano não possui nenhuma informação sobre este ataque aéreo russo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала