EUA tentam criar motores russos para seu programa espacial, mas enfrentam dificuldades

© AP Photo / Maxim MarmurFuncionários da empresa russa Energomash junto a motores de foguete RD-180, preparados para ser transportados para os EUA, Moscou, Rússia
Funcionários da empresa russa Energomash junto a motores de foguete RD-180, preparados para ser transportados para os EUA, Moscou, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A licença dos EUA para produção de motores russos RD-180, em território norte-americano, expira em 2030. Especialistas russos explicam quais consequências isso pode trazer ao programa espacial dos EUA.

Motores RD-180 são elemento-chave do mais poderoso foguete norte-americano, Atlas V, que foi enviado ao espaço para realização da primeira missão da NASA para amostragem de asteroide na noite da quinta-feira (08).

Eis o que um dos engenheiros criadores do motor para veículos de lançamento soviéticos e russos, Boris Katorgin falou:

“Na década de 1990, quando começaram a trabalhar com a gente, eles perceberam, que se levassem em consideração a potência do motor, [a Rússia] estava muito à frente deles <…> Naquela época, nosso motor RD-170 em um único lançamento, graças a um forte impulso, possibilitava o foguete de levar uma carga de duas toneladas a mais do que o lançamento com o motor F-1, mais potente dos norte-americanos, o que significa um ganho de 20 milhões de dólares por lançamento”.

O engenheiro russo acrescentou que especialistas dos EUA chegaram a estudar a possibilidade de desenvolvimento e construção de tecnologia russa no território estadunidense. No entanto, 17 anos já se passaram e nenhum motor RD-180 foi construído pelos EUA.

Foguete americano Atlas V - Sputnik Brasil
Senado dos EUA confirma aquisição de motores de foguetes russos
Quando a licença para a produção dos motores expirar em 2030, todos os documentos técnicos deverão ser destruídos, disse o gerente da empresa que produz motores russos para foguetes.

"O prazo de validade da licença termina em 2030. Ainda há tempo, por isso vamos continuar cooperando com os EUA, fornecendo-lhes motores RD-180 produzidos pela empresa russa Energomash", disse à Ria Novosti o director geral Igor Arbuzov.

Arbuzov disse que foram realizados 70 lançamentos bem-sucedidos de foguetes Atlas com motores russos RD-180.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала