- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Extradição inédita grifa marco na cooperação jurídica entre Brasil e EUA

Nos siga noTelegram
O governo americano efetivou na madrugada desta sexta-feira (9) a primeira extradição solicitada pelo Brasil aos EUA. O paraguaio Yahya Ali Zaitar foi entregue ao Brasil por acusação de tráfico de drogas, conforme processo em trâmite na 5ª Vara Federal de Guarulhos/SP.

Todo o processo de cooperação entre Brasil e EUA, até a chegada do extraditando ao Brasil, foi realizada pelo Ministério da Justiça e Cidadania, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e com a Polícia Federal.

Joe Biden - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Para CUT, governo Temer vai intensificar reaproximação com EUA em detrimento dos BRICS
Zaitar já cumpria pena nos EUA, onde também respondeu processo e foi condenado, após ter sido extraditado da Romênia. Por isso, o pedido de extradição só foi efetivado após o cumprimento da pena nos EUA.

Destaca-se que o processo foi em grande parte facilitado pelo fato de Gaitar ter aberto mão do seu direito à audiência, não se opondo a sua extradição para o Brasil.

“Essa extradição foi um marco na cooperação jurídica com os Estados Unidos, pois foi a primeira vez que um pedido de extradição ativo, ou seja, que partiu do Brasil, foi efetivado pelo governo norte-americano. Isso tangibiliza os bons resultados do trabalho desenvolvido pelo Ministério da Justiça e Cidadania, enquanto Autoridade Central para a cooperação jurídica internacional” – acredita Ricardo Saadi.

Ricardo Saadi é diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) da Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала