CNN: EUA abandonam oposição síria em apuros

© AHMED DEEBMilitantes do Daesh durante uma operação na Síria
Militantes do Daesh durante uma operação na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O correspondente do canal de televião americano CNN, Nic Robertson, qualificou como "sinal de desgraça" o reinício das negociações de paz sobre a Síria entre o Secretário de Estado dos EUA, Jonh Kerry, e o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Segundo ele, depois da continuação do diálogo entre Washington e Moscou, "grande parcela de sírios que se opõe ao presidente Bashar Assad, sente-se abandonada".

"O frio da 'política real' está preso no ar enquanto seus labirintos escuros encobrem as discussões esperadas", é assim que Robertson descreve o clima antes dessa nova etapa de conversações.

Presidente russo Vladimir Putin fala ao presidente norte-americano Barack Obama antes da sessão da APEC, Pequim, China, novembro de 2014 - Sputnik Brasil
EUA fazem 'última proposta' à Rússia sobre Síria
Ao mesmo tempo o correspondente sublinha que os apelos da oposição síria dirigidos aos EUA e à ONU, ficaram sem resposta.

"Pedimos, mas não recebemos nenhuma resposta. Silêncio. A sensação é como se tivessem dito para nós, que nós mesmos temos que pôr fim ao sofrimento da nossa própria população, porque a gente (EUA e países ocidentais, nota do CNN) não pretende ajudar", informou a representante da oposição síria, Bassma Kodmani, durante conversa com jornalistas.

CNN informa que devido à falta de apoio à oposição por parte dos EUA, nos últimos meses, as forças do governo sírio conseguiram repelir ataques em vários territórios de importância estratégica.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала