Tropas sírias reconquistam distrito estratégico no sul de Aleppo

© AFP 2022 / GEORGE OURFALIANFumaça sobre Aleppo após violentos confrontos entre rebeldes e forças governamentais, Síria, 18 de agosto de 2016
Fumaça sobre Aleppo após violentos confrontos entre rebeldes e forças governamentais, Síria, 18 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O exército da Síria e seus aliados recuperaram Ramousah, um importante distrito de Aleppo que havia sido perdido para os rebeldes no mês passado, segundo informou hoje (8) a mídia estatal.

As fontes também indicam que as tropas sírias estão engajadas em uma ofensiva no sul da cidade para encurralar ainda mais os insurgentes na região.

Se sustentada, a reconquista de Ramousah reverteria quase todos os avanços rebeldes feitos no mês passado, reforçaria o cerco sobre a área leste de Aleppo, controlada pelos rebeldes, e facilitaria o acesso do exército sírio aos distritos ocidentais, controlados pelo governo, através do sul da cidade.

Crianças no bairro destruído da cidade de Aleppo, Síria, abril de 2016 - Sputnik Brasil
ONU fala em 'catástrofe sem precedentes' em Aleppo
Uma segunda linha de ataque, tendo como alvos aldeias ao sul de Aleppo, tenta isolar com bombardeios a colina de Telat al-Eis, capturada pelos rebeldes em maio.

No entanto, segundo a Reuters, uma fonte rebelde disse que os insurgentes ainda controlam parte de Ramousah e que embora o exército sírio esteja mobilizando forças, a coalizão Jaish al-Fatah de grupos islâmicos ainda estava presente no front do sul de Aleppo.

A batalha por Aleppo se tornou central tanto para o presidente sírio Bashar Assad e as forças que o apoiam quanto para os rebeldes sunitas que procuram derrubá-lo.

Angela Merkel, chanceler da Alemanha - Sputnik Brasil
Merkel espera acordo entre Rússia e EUA para cessar-fogo em Aleppo
No início de agosto, o avanço dos rebeldes no sul de Aleppo lhes deu o controle sobre o distrito residencial de Ramousah, bem como sobre um complexo de colégios militares imediatamente a oeste e sobre o chamado “Projeto 1070 Apartamentos”, a oeste do complexo.

A ofensiva abriu um corredor para as regiões controladas pelos rebeldes em Aleppo, onde pelo menos 250.000 habitantes estavam há semanas sob um cerco do exército.

As Nações Unidas renovaram o apelo por tréguas semanais de 48 horas para permitir que a ajuda humanitária entre na cidade, mas os esforços por parte da Rússia e dos Estados Unidos para acordar os termos de um acordo nesse sentido ainda não deram resultado.

Nesta quinta-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, discutiram o assunto por telefone a fim de tentar encontrar meios de facilitar a distribuição da ajuda humanitária.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала