Turcos não consideram EUA como parceiro do seu país

© AFP 2022 / Pablo Martinez MonsivaisRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, e Barack Obama, presidente dos EUA (foto de arquivo)
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, e Barack Obama, presidente dos EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cerca de 90% dos turcos não consideram os EUA como um parceiro estratégico do seu país, mostram os dados da pesquisa realizada pelo centro MAK Research Company no período de 27 de agosto a 2 de setembro.

Cidade de Raqqa na Síria - Sputnik Brasil
Turquia e EUA deverão aguardar luz verde da Rússia e Irã para liberar Raqqa
Somente 4% dos respondentes afirmaram que confiam nos EUA. O diretor do centro, Mehmet Ali Kulat, comentou em entrevista à Sputnik Turquia os resultados da pesquisa, acrescentando que o assunto se tornou popular na comunidade turca.

"A maioria dos turcos estão seguros de que a tentativa de golpe de 15 de junho foi realizada pelos EUA. Um papel significativo nisso desempenharam as informações na mídia sobre a base da OTAN de Incirlik ter sido usada pelos golpistas para reabastecer alguns aviões F-16 que estavam sob controle dos líderes da junta que não chegou a ser constituída", disse Kulat.

Ofensiva da Turquia na Síria - Sputnik Brasil
WSJ: Ofensiva da Turquia na Síria foi surpresa para EUA
Além disso, a razão para a indignação turca é o fato de que Fethullah Gulen, que é considerado o líder de uma organização terrorista, mora nos EUA. Realizámos uma pesquisa antes da tentativa de golpe, e naquele momento o indicador de desconfiança em relação aos EUA era inferior a 50%.

O nível de indignação é tão alto que, se não fosse o estado de emergência proclamado no país, os ativistas de organizações sociais teriam organizado protestos frente à embaixada norte-americana.

"Todas as declarações da parte norte-americana sobre seu não envolvimento nos acontecimentos de 15 de julho são considerados pelo povo turco como 'tática política' da liderança norte-americana. Esta opinião é compartilhada pelos cidadãos comuns, bem como pelos políticos", disse.

Kulat afirmou que neste ano a delegação que recebeu o vice-presidente dos EUA Joe Biden durante a sua vista recente foi menor que nos anos precedentes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала