Helicópteros russos querem voar nas regiões frias da América Latina

Nos siga noTelegram
A empresa Vertolioty Rossii (Helicópteros da Rússia) espera que os helicópteros projetados para climas frios captem o interesse dos mercados da América Latina, disse em uma entrevista à agência Sputnik Espanha, o diretor dos contratos públicos e cooperação militar da empresa, Vladislav Savelyev.

Segundo a agência Sputnik Mundo, a América Latina possui um mercado promissor, sendo esta região cliente da empresa há um tempo. Helicópteros já foram vendidos para a América latina, acrescenta. 

"Esperamos uma atividade mais intensa do que nos últimos anos. Há alguns anos, tínhamos vários contratos, mas agora estamos enfrentando um período de calmaria. Esperamos que se interessem pelos nossos novos modelos, incluindo helicópteros árticos, pois a América Latina, além do clima quente, possui altas latitudes meridionais", relatou Savelyev.

Helicóptero russo Ka-52 - Sputnik Brasil
Egito se arma com helicópteros Ka-52K russos
Ele também acrescentou que, atualmente, estão sendo realizado o fornecimento de equipamento e serviços, em especial, para a América Latina. O fornecimento está associado ao serviço de manutenção, previsto no contrato, de helicópteros já vendidos.

A Vertolioty Rossii está com contrato assinado com empresa cubana Technoimport para o fornecimento de equipamentos, utilizados na manutenção dos modelos Mi-8MT e Mi-8MTV-1. A manutenção será realizada na base de reparo de aviões cubanos VPP Gagarin, segundo comunicado da empresa russa.

Atualmente, em Cuba operam cerca de 60 helicópteros de origem russa e soviética. O Mi-8 foi o modelo mais comprado pelos cubanos, 50 exemplares. Muitos deles estão precisando passar por reparos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала