- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Ministro das Relações Exteriores do Equador classificou de cínicas as declarações de Serra

Nos siga noTelegram
As declarações do ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, criticando Equador e Bolívia, são "cinismo e falta de vergonha em sua expressão máxima", disse nesta terça-feira o ministro das Relações Exteriores do Equador, Guillaume Long.

"Cinismo e falta de vergonha em sua expressão máxima: foi o chanceler (brasileiro) de fato dando aulas de democracia", disse o chefe da diplomacia equatoriana em sua conta no Twitter, reagindo às declarações de José Serra, publicadas no último domingo.El cinismo y la sinvergüencería en su máxima expresión: el canciller de facto impartiendo cátedra de democracia!https://t.co/8uy6KP1cDu

​Serra havia declarado neste fim de semana ao jornal espanhol El País que "particularmente, Bolívia e Equador poderiam aprender a fazer da democracia, ao olhar para o que aconteceu no Brasil".

Eslogan en apoyo del presidente Evo Morales pintado en una pared en La Paz, Bolivia, 2014 - Sputnik Brasil
Deputado boliviano repudiou declarações de José Serra, a quem chamou de criminoso
Long rebateu a crítica e disse que "a experiência democrática no Equador nos ensinou que o voto do povo é soberano (…) infelizmente isso não foi o que aconteceu na semana passada no Brasil, onde a vontade de 54 milhões de eleitores que escolheram a presidenta Dilma Rousseff foi desrespeitada".

Após a deposição de Dilma Rousseff, Bolívia e Equador convocaram o seus respectivos embaixadores para consultas. Já o governo da Venezuela anunciou a convocação do seu embaixador em Brasília e congelou as relações bilaterais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала