EUA preveem isolamento de Moscou e Damasco devido ao apoio russo a Assad

© Sputnik / Natalya Silverstova / Abrir o banco de imagensCasa Branca, residência oficial do Presidente dos Estados Unidos
Casa Branca, residência oficial do Presidente dos Estados Unidos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA advertiram a Rússia sobre eventuais consequências caso ela continuar apoiando o presidente sírio Bashar Assad.

Na terça-feira (06), o conselheiro de segurança nacional para comunicações estratégicas dos EUA Ben Rhodes informou durante um briefing:

"No que diz respeito à Rússia, o ponto principal que nós reiteramos aos russos… é que eles não vão poder alcançar suas metas até que participem no processo que nós estamos negociando, não existe solução militar para pacificar esse país inteiro…"

Casa Branca à noite - Sputnik Brasil
EUA podem se retirar de diálogo sobre Síria se não for alcançado um acordo urgente
Ao mesmo tempo, o alto representante norte-americano frisou que se a Rússia continuar apoiando o "regime que está bombardeando sua própria população", isso "vai causar maior isolamento internacional" do país.

A Síria tem enfrentado uma guerra civil desde 2011, com as forças leais ao governo de Assad lutando contra numerosas fações da oposição e grupos extremistas. Os Estados Unidos e seus aliados ocidentais tentaram por diversas vezes acusar Assad de ser o responsável pelo derramamento de sangue e insistem em seu afastamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала