- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Deputado boliviano repudiou declarações de José Serra, a quem chamou de criminoso

© AP Photo / Juan KaritaEslogan en apoyo del presidente Evo Morales pintado en una pared en La Paz, Bolivia, 2014
Eslogan en apoyo del presidente Evo Morales pintado en una pared en La Paz, Bolivia, 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O deputado boliviano da coligação governista MAS, Movimento Ao Socialismo, Javier Zavaleta, criticou duramente nesta segunda-feira as declarações do ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, que sugeriu aos governos da Bolívia e do Equador aprender a fazer democracia.

Bolivarianos Temer - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Convocação de embaixadores no Brasil terá consequências a médio prazo na América Latina
"Que esses criminosos que estão no Brasil resolvam antes os seus problemas com a lei, antes de virem falar sobre política internacional", disse Zavaleta à imprensa local.

Serra havia declarado neste fim de semana ao jornal espanhol El País que "particularmente, Bolívia e Equador poderiam aprender a fazer da democracia, ao olhar para o que aconteceu no Brasil".

Para Zavaleta, citado pela agência oficial Boliviana de Informação (ABI), "O Brasil de hoje, após o golpe, conta com um governo de criminosos comuns. Não deixaremos que esses criminosos venham nós ensinar a fazer democracia, política ou ideologia."

Na semana passada, o Senado brasileiro destituiu, por 61 votos a 20, a presidenta Dilma Rousseff do seu cargo, provocando imediato repúdio das autoridades da Venezuela, Equador e Bolívia.

O governo boliviano manifestou seu repúdio em nota oficial e ao que classificou de "golpe parlamentar" contra Dilma Rousseff, e convocou o seu embaixador no Brasil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала