Suécia flerta com OTAN e exercícios militares previstos visam conter 'ameaça' russa

Nos siga noTelegram
Hoje (02), a Suécia e Finlândia começam exercícios militares conjuntos com quatro dias de duração perto da ilha de Gotlândia, próxima da costa sueca.

Segundo um relatório militar recente, a adesão da Suécia à OTAN 'possivelmente poderá conter à Rússia'.

Bandeira da Suécia - Sputnik Brasil
Suécia não considera Rússia uma ameaça imediata mas prefere OTAN
Os exercícios militares, nos quais está previsto participarem cerca de 3,5 mil militares, serão realizados na parte sul da Suécia a partir de sexta-feira até à próxima terça.

De acordo com o diretor de comunicações do Esquadrão de Blekinge, na Suécia, citado pela edição sueca Kalmar 24, "trata-se do desenvolvimento das capacidades da Força Aérea". Além disso, cinco caças Horner e 50 militares participação dos treinamentos.

O relatório da comissão para a defesa e cooperação na área de segurança da Suécia indica que a capacidade do Ocidente para conter a Rússia em conflitos no mar Báltico aumentará caso a Suécia faça parte da OTAN, informa a emissora sueca SVT.

Outro cenário "pouco provável" é o de a Suécia ser envolvida em um conflito militar após eventual ataque da Rússia contra países membros da OTAN como a Estônia, Letônia e Lituânia.

O comunicado destaca que a Rússia possui poder militar suficiente para controlar todos os países do Báltico em dois dias. A Rússia poderia depois instalar sistemas de defesa antiaérea no território da Suécia para acabar com voos da OTAN no mar Báltico.

O avião sueco SAAB-340B - Sputnik Brasil
Militares da Suécia, Alemanha e Ucrânia sobrevoarão a Rússia
O documento diz que a Suécia depende muito de ajuda externa. O reforço militar americano está previsto chegar ao país em três semanas, no mínimo. Uma possível adesão da Suécia à OTAN, que poderá virar realidade "em 12-15 meses", não é solução para eliminar as brechas na defesa do país.

Não é o primeiro relatório desta espécie, publicado por comissões do governo sueco, apelando à adesão à aliança militar. Apesar de ocupar uma posição neutral, a Suécia contribui para a formação de grupos de combate da OTAN e da UE e participa em organizações internacionais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала