Premiê da Ucrânia expõe perspectivas do acordo de gás com a Rússia

© Sputnik / Pavel Palamarchuk / Abrir o banco de imagensGás russo
Gás russo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Ucrânia não irá retomar as compras de gás russo sem a assinatura de um novo contrato com a Rússia, declarou o primeiro-ministro ucraniano Vladimir Groisman.

Nas palavras do premiê, Kiev está trabalhando nos preparativos de um novo "pacote de gás". Rússia e Ucrânia já assinaram dois documentos como este, não havendo, portanto, na sua opinião, qualquer empecilho para a assinatura de um terceiro.

"Comprar gás pelo contrato de 2009, quando ele custava 450 dólares (por mil metros cúbiccos) e quando devíamos pagar independente de usá-lo ou não, é simplesmente um crime com relação à Ucrânia" – destacou Groisman.

Gazprom Neft - Sputnik Brasil
Ucrânia confirma prontidão para aumentar trânsito de gás russo para a Europa
Atualmente, a Ucrânia importa gás da Eslováquia, Hungria e Polênia, podendo, no futuro, avaliar novos acordos de compra com a Bulgária e Turquia.

Em 22 de agosto, o presidente da estatal russa de gás Gazprom, Aleksei Miller disse que a Ucrânia não terá para preencher seus reservatórios de gás antes do início da época de aquecimento, com a chegada do frio. Isso, por sua vez, poderá levar a uma falta de gás russo na Europa no início da estação de outono e inverno.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала