Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Enquete: Europeus insatisfeitos com qualidade da educação nos seus países

© Sputnik / Aleksandr Makarov / Abrir o banco de imagensAlunos da escola 18, especializada em ciências exatas, discutem um problema de matemática (foto de arquivo)
Alunos da escola 18, especializada em ciências exatas, discutem um problema de matemática (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
De acordo com os dados da pesquisa Sputnik-Opinião, a maioria dos residentes da Itália (64%), França (63%) e Alemanha (54%) não está satisfeita com sistema de educação primária e secundária nos seus países.

Só 28% dos franceses, 31% dos italianos e 41% dos alemães estão satisfeitos. 9% na França e 5% na Itália e Alemanha não puderam responder. Os dados foram obtidos em uma pesquisa realizada pela empresa de opinião pública Ifop por pedido da agência de notícias e rádio Sputnik.

Na Itália, o número de insatisfeitos com o ensino primário e médio é grande tanto entre os representantes da faixa etária entre 18 e 34 anos (62% dos insatisfeitos contra 33% dos satisfeitos), como na faixa etária maior de 35 anos (35% dos insatisfeitos contra 30% dos satisfeitos). Na França, há também uma diferença importante nas respostas das faixas etárias menor e maior de 35 anos. 53% dos entrevistados, menores de 35 anos, não estão satisfeitos com a qualidade da educação, 37% se dizem satisfeitos, 10% responderam "não sei". Entre os entrevistados maiores de 35 anos, a porcentagem dos insatisfeitos é maior ainda — 66% contra 25%. 9% afirmaram não saber a resposta.

© SputnikEuropeus insatisfeitos com qualidade da educação nos seus países
Europeus insatisfeitos com qualidade da educação nos seus países - Sputnik Brasil
Europeus insatisfeitos com qualidade da educação nos seus países

Na Alemanha, há uma diferença sensível entre as respostas das mulheres e dos homens. 57% das mulheres interrogadas não estão satisfeitas com a qualidade da educação primária e média, 38% estão satisfeitas e 5% não sabem. Entre os homens, a porcentagem correspondente é 50%, 45% e 5%. A metade dos participantes alemães menores de 35 anos (50%) está satisfeita com educação oferecida no país, 47% estão insatisfeitos, somente 3% dos entrevistados responderam "não sei". Participantes maiores de 35 anos mostram mais insatisfação no quesito da qualidade da educação — 56% contra 38%, 6% não sabem. Na Alemanha Ocidental, há 51% entrevistados insatisfeitos com a qualidade da educação primária e média, contra 44%; 5% responderam "não sei". Na Alemanha Oriental, a porcentagem de insatisfeitos prevalece: 61% contra 33%, 6% não sabem. A maior porcentagem de insatisfeitos com a qualidade da educação foi registrada em Berlim: 74% contra 24%, 2% responderam "não sei".

A enquete foi realizada pela empresa de opinião pública mais antigada França, IFop, entre 28 de junho e 4 de julho de 2016. A pesquisa entrevistou 3.006 pessoas: 1.000 alemães, 1.004 franceses e 1.002 italianos, todos maiores de 18 anos. Os dados da pesquisa levaram em consideração sexo, idade e geografia dos entrevistados. A margem de erro por país não supera os 3,1% e a probabilidade de acerto é de 95%.

O que é a Sputnik-Opinião?

É um projeto internacional de estudo da opinião pública que foi posto em prática a partir de janeiro de 2015. As conhecidas empresas Populus e IFop são parceiras do projeto. No quadro da Sputnik-Opinião são realizadas regularmente pesquisas em vários países da Europa e dos EUA sobre temas sociais e políticos da atualidade.

A Sputnik é uma agência de notícias e rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões de rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала