- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após posse, Temer se reúne com ministros no Palácio do Planalto e rebate tese de golpe

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilMichel Temer toma posse
Michel Temer toma posse - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Depois de tomar posse em cerimônia no Plenário do Senado, o presidente Michel Temer já teve o primeiro compromisso oficial e se reuniu com ministros no Palácio do Planalto. No encontro Michel Temer fez questão de rebater as críticas da defesa e dos aliados de Dilma Rousseff, de que o processo de impeachment foi um golpe de estado.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, na cerimônia de posse do presidente da República, Michel Temer - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Michel Temer transmite presidência a Rodrigo Maia e vai para a China
Segundo Temer, o seu governo não vai mais levar ofensa para casa.

"Quero contestar a partir de agora essa coisa de golpista. Golpe é aquele que propõe a ruptura constitucional. Nós não estamos propondo a ruptura constitucional. Nós somos de uma discrição absoluta, todos nós. A partir de mim, nós tivemos a discrição, jamais retrucamos palavras e imprecações que faziam em relação ao nosso governo, a nossa conduta. Agora, não vamos levar ofensa para casa. As coisas se definiram e portanto, é preciso muita firmeza, e a firmeza muitas vezes vem pela elegância da conduta, não vem pelo xingamento, ou pela agressão."

Temer ainda criticou a tentativa dos defensores da ex-presidenta de dizer que o impeachment foi um golpe para fora do Brasil.

"Vocês sabem que no plano internacional, eles tentaram muito e conseguiram com algum sucesso dizer que aqui no Brasil ouve golpe. Um golpe que durou, hoje é o 108º dia de processo do impedimento, com defesa, 40 testemunhas de um lado e de outro, com Judiciário presidindo. Então, precisamos responder. Agora falou, nós respondemos. Não pode deixar uma palavra, porque senão, eles tentarão desvalorizar."

Michel Temer ficará à frente da presidência da República até o final de 2018


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала