Analista: sauditas têm medo do reforço das fronteiras do Irã

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensSistema de defesa aérea S-300
Sistema de defesa aérea S-300 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Não cessam as discussões acesas em torno do fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos russos S-300 ao Irã.

Os Estados Unidos se opõem ao fornecimento das armas russas para o Irã, mas reconhecem que isso não é proibido pela resolução do Conselho de Segurança da ONU.

A posição do Irã sobre o assunto é sólida. O líder espiritual iraniano e chefe militar, aiatolá Ali Khamenei, tem sublinhado que a importância dos sistemas de defesa antiaérea da Rússia, que "devem estar na linha da frente para repelir qualquer agressão de inimigos que procurem enfraquecer a defesa do país”.

A intervenção dos Estados Unidos na questão da transação bilateral russo-iraniana é injusta e ilegal, disse em entrevista à Sputnik Ahmad Vakhshiteh, editor-chefe do portal analítico iraniano RussiaViewer.

“Por que os EUA se opõem tão ardentemente ao fornecimento? Aqui é necessário ter em atenção o papel da Arábia Saudita. Desde o momento em que o Irã começou comprando esses sistemas destinados à ação defensiva, claro que a segurança do espaço aéreo do país aumentou. <…> Eles não têm nenhum interesse que um país tão influente na região, como é o Irã, reforce o nível e capacidade da sua defesa nacional”, explica o especialista iraniano.

Sistemas de mísseis antiaéreos S-300 - Sputnik Brasil
Irã instala sistemas russos S-300 em Fordo
O jornalista observou que o sistema S-300 é uma arma puramente defensiva e não ofensiva. Além disso, o Irã nunca demonstrou agressividade ou procurou desestabilizar a região. Quando perguntado por que os Estados Unidos manifestaram seu protesto contra o fornecimento desses sistemas, Ahmad Vakhshiteh diz que o líder iraniano deu uma resposta adequada: segundo ele, os Estados Unidos são o mal, o embuste, agindo contra a independência do país.

O Irã cumpre suas obrigações, mas o Ocidente, particularmente os Estados Unidos, não se apressam a cumprir seus compromissos. Recentemente, nos EUA ainda houve discussões sobre introdução de sanções unilaterais contra a Rússia devido ao fornecimento de S-300 ao Irã.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала