EUA oferecem 3 milhões de dólares por captura de jihadista tajique

© SputnikDepartamento de Estado dos EUA.
Departamento de Estado dos EUA. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Washington anunciou nesta terça-feira (30) uma recompensa de US$ 3 milhões por qualquer informação que leve à captura de um ex-oficial do Tajiquistão treinado pelos EUA que desertou e se juntou às fileiras do Daesh (autodenominado Estado Islâmico).

Militares russos durante os exercícios conjuntos da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) no Tajiquistão, abril de 2016 - Sputnik Brasil
Militar russo é assassinado no Tajiquistão
Gulmurod Khalimov, 41 anos, é um ex-coronel das unidades da polícia especial do Ministério do Interior do Tajiquistão. Como atirador de elite, ele participou entre 2003 e 2014 de cinco campos de treinamento nos EUA e no Tajiquistão, financiados pelo programa de contraterrorismo do Departamento de Estado norte-americano, segundo autoridades de Washington.

No entanto, ele prometeu lealdade ao Daesh no ano passado e apareceu em maio de 2015 em uma transmissão de vídeo na internet, empunhando um rifle sniper e prometendo levar a "jihad" à Rússia, ao Tajiquistão e aos Estados Unidos.

A proveniência do vídeo não está formalmente estabelecida, mas acredita-se que ele pode ter sido gravado no leste da Síria.

Washington classificou Khalimov como "terrorista internacional" em setembro de 2015. O Departamento de Estado descreveu o jihadista como um "líder-chave" do Daesh e como um recrutador de militantes para a organização extremista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала