Turquia planejava iniciar campanha na Síria dois anos atrás

© Sputnik / Hikmet DurgunJarablus
Jarablus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ancara planejava iniciar a operação militar no norte da Síria mais de dois anos atrás, no entanto, ela foi adiada por várias razões, soube a mídia local.

Segundo o jornal turco Hurriyet, que cita uma fonte militar, primeiramente a operação foi retardada por causa da oposição dos partidários do clérigo Fethullah Gulen no exército e depois por causa da crise nas relações com a Rússia após a derrubada do Su-24 em 24 de novembro de 2015.

"Estávamos prontos a iniciar uma operação militar na Síria mais de dois anos atrás. Em junho de 2015 a Turquia discutia com os aliados da coalizão, incluindo os EUA, a possibilidade de realizar uma operação terrestre para libertar Jarablus do Daesh. Mas alguns comandantes (próximos de Gulen) alegavam falta de potencial militar para essa operação, e isso foi uma das razões para a adiar", disse a fonte do jornal.

Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria - Sputnik Brasil
General russo: Rússia e Turquia não acordaram entre si operação na Síria
Segundo a edição, o papel-chave no adiamento da operação foi desempenhado pelo general Semih Terzi, morto durante a tentativa de golpe em 16 de julho.

Além disso, destaca a edição, o agravamento das relações turco-russas na sequência da derrubada do caça russo tornou a operação impossível:

"Era impossível realizar os nossos planos por causa da falta da ajuda a partir do ar. Não tivemos essa oportunidade até à aproximação recente com a Rússia", frisou a fonte.

Ele adicionou que os EUA também não saudaram o início da operação militar em 2015:

Turkish Defense Minister Fikri Isik arrives for a meeting at NATO headquarters in Brussels on June 14, 2016 - Sputnik Brasil
Turquia anuncia condições de retirada da Síria
"Durante as nossas discussões com oficiais norte-americanos no ano passado, soubemos que Washington considerava os planos de Ancara irrealizáveis. Seu argumento principal era que o número dos militantes da oposição síria moderada não era suficiente para libertar Jarablus e outras regiões no norte da Síria. Apresentámos uma lista dos combatentes sírios à Casa Branca ainda em março e assegurámos que eles poderiam executar essa tarefa".

Na quarta-feira (24), o Exército turco iniciou uma operação de libertação da cidade de Jarablus, localizada ao norte da Síria, com apoio da aviação da coalizão internacional. Os militantes do Daesh estão sendo alvejados por aviões turcos. Além disso, os terroristas estão sendo sujeitos a ataques de artilharia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала