Ministro dos Esportes russo afirma que relatório de McLaren é falsificação

© REUTERS / Peter PowerRichard McLaren, apontado pela WADA para liderar a investigação independente sobre o suposto programa de ocultação de testes de doping na Rússia
Richard McLaren, apontado pela WADA para liderar a investigação independente sobre o suposto programa de ocultação de testes de doping na Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O relatório da comissão da Agência Mundial Antidoping (WADA), dirigida pelo advogado canadense Richard McLaren, que acusa a Rússia de ter um sistema institucionalizado de doping, é uma falsificação, afirmou o ministro dos Esportes da Rússia, Vitaly Mutko.

"[O relatório] é falsificado, sua técnica jurídica não resiste à crítica", disse Mutko à emissora russa Match TV.

O ministro assegurou que a Rússia "tirou conclusões do relatório" e vai enviar "sua opinião", à WADA e ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

"Vamos nos dirigir às cortes civis, e os que o escreveram [o relatório] responderão perante a justiça ", alertou Mutko.

A Agência Mundial Antidoping (WADA) recomendou em julho passado ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e ao Comitê Paralímpico Internacional (CPI) que ambas as seleções russas fossem afastadas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, depois de conhecer o relatório da comissão independente do advogado canadense Richard McLaren, que havia confirmado as denúncias sobre um extenso programa de doping apoiado pelas autoridades russas.

Esportista russo, Aleksandr Sakhatskiy, dá o primeiro toque na bola no jogo contra Grã-Bretanha durante fase eliminatória, na competição de bocha, para osJogos Paralímpicos Rio 2016, Riocentro, Rio de Janeiro, 12 de novembro 2015 - Sputnik Brasil
Vítimas inocentes: punição sem provas e investigação final
A CPI decidiu, por unanimidade, suspender a Rússia nos Jogos Paralímpicos, que terão lugar de 7 a 18 de setembro. O Comité Paralímpico da Rússia (CPR) apresentou um recurso ao Tribunal de Arbitragem do Esporte, rejeitado posteriormente. A Rússia recorreu nesta sexta-feira da decisão para o Tribunal Federal da Suíça, o recurso será examinado na segunda-feira. O presidente russo, Vladimir Putin declarou que a Rússia irá organizar competições especiais para os atletas paralímpicos que não participarão dos Jogos do Rio de Janeiro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала