Forbes: Washington não tem dinheiro para custear guerra

CC BY 2.0 / Images Money / DollarDólar com bandeira dos EUA de fundo
Dólar com bandeira dos EUA de fundo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pentágono receia que, durante cinco anos, os EUA atuarão em conflitos militares, mas não conseguirão pagar por eles por falta de dinheiro, comunica Forbes.

Vladimir Putin, presidente da Rússia, e Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia. - Sputnik Brasil
Forbes: EUA deveriam seguir exemplo da Turquia e restabelecer relações com Rússia
Altos funcionários militares acreditam na possibilidade de confrontos de grande escala com Irã, Coreia do Norte ou Rússia. Mas o que é mais preocupante, segundo eles, é o fato do exército norte-americano não estar pronto para enfrentar nenhuma destas potências, segundo a Forbes

"Não é exagero do Pentágono quando ele afirmou que os EUA não planejam realizar modernização de grande escala do exército nos próximos dez anos", comunica a revista. 

Atualmente, o subsídio dos Estados Unidos para desenvolvimento de novas tecnologias, utilizadas em combates terrestres, é insatisfatório. Em um ano, a quantia gasta pelo exército norte-americano para abastecimento de transportes militares é menor do que o lucro semanal da empresa General Motors. 

​O dinheiro destinado ao suporte técnico de helicópteros é utilizado para modernização das aeronaves da época do Reagan, pois a Força Aérea dos EUA não pode dar-se ao luxo de comprar novos aviões, acrescenta a revista.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала