Especialista russo avalia chances de novo acordo sobre armas na Europa

Nos siga noTelegram
Novo tratado de controle de armamentos na Europa poderá ser assinado somente se os critérios russos forem respeitados, opina o ex-chefe de uma das entidades do Ministério da Defesa da Rússia, tenente-general Yevgeny Buzhinsky.

Antes, o ministro das Relações Exteriores da Alemanha Frank Walter Steinmeier ressaltou a necessidade de alcançar tal acordo que, segundo ele, ajudaria a evitar uma corrida armamentista entre a Rússia e a OTAN.

Segundo Buzhinsky, desde que a Rússia abandonou o Tratado sobre as Forças Armadas Convencionais na Europa (FACE), o país tem sido sujeito a críticas por, supostamente, violar o controle de armamentos.

Militantes do Daesh com as armas nas mãos - Sputnik Brasil
Europa Oriental inunda com armas os campos de batalha do Oriente Médio
Entrevistado pela agência RIA Novosti na sexta-feira (26), Buzhinsky informou que o novo tratado poderá ser criado, mas apenas nas condições propostas pela Rússia. Isso significa que no documento têm que ser incluídos novos tipos de armas – mísseis de cruzeiro, aviação embarcada e drones.

Ao mesmo tempo o representante do Ministério da Defesa russo deixou claro que antes de o novo tratado ser assinado é necessário tomar providências para garantir a segurança na Europa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала