Pentágono reconhece eficiência da cooperação com Rússia sobre Síria

© @FuriousKurdSoldados dos EUA atuando na Síria
Soldados dos EUA atuando na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O canal de comunicação com a Rússia sobre a Síria "funcionou com eficácia" na operação realizada perto da cidade de Al-Hasakah na semana passada.

O respectivo anúncio foi feito pelo representante do Pentágono dos EUA, Peter Cook.

Informa-se que a coalizão internacional, chefiada pelos EUA na luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países), enviou à cidade de Al-Hasakah seus aviões com objetivo de proteger as forças especiais norte-americanas, que estavam nas proximidades do local, de ataques aéreos lançados por aviões sírios. Felizmente não ocorreu incidente algum, pois os Su-24 sírios tinham saído do local antes de os aviões da coalizão terem chegado.

Caça do combate Su-24 - Sputnik Brasil
Rússia sugere mecanismo para evitar incidentes aéreos entre Síria e EUA
Segundo Cook, através dos russos, os EUA manifestaram sua preocupação quanto ao acontecido, ressaltando que esse canal de comunicação "funcionou com eficácia".
O representante do Pentágono sublinhou que os EUA "continuarão defendendo suas forças na luta contra o Daesh".

"Deixamos bem claro o que estamos fazendo. Trata-se da defesa das nossas forças que estão nos locais. E quando elas cumprem missões, juntamente com os nossos parceiros, temos que proteger esses parceiros também", destacou.

Segundo Cook, "esse sinal foi dirigido ao governo sírio".

Barack Obama, presidente dos EUA - Sputnik Brasil
EUA querem que Rússia mude de estratégia com relação à Síria
Segundos as informações anteriores, os aviões da Força Aérea da Síria lançaram ataques contra curdos na cidade de Al-Hasakah, em resposta à tentativa de tomar a cidade, o que aconteceu pela primeira vez nos últimos cinco anos.

O conflito armado na síria começou no ano de 2011. As forças do Governo sírio estão resistindo aos militantes de vários grupos armados. Os grupos mais ativos são o Daesh e a Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала