Maduro determina demissão de funcionários opositores no governo

© AP Photo / Ariana CubillosPresidente da Venezuela, Nicolas Maduro
Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que funcionários públicos que ocupam cargos de direção e são a favor do referendo promovido pela oposição para tirá-lo do poder têm até 48 horas para deixar seus empregos, informou Agência Brasil.

Bandeira da Venezuela - Sputnik Brasil
Venezuela inicia referendo revogatório de Nicolás Maduro
Apesar de a legislação local proibir a demissão de servidores por motivos políticos, Maduro determinou a saída de empregados que assinaram a petição pelo referendo dos ministérios de Alimentação, Indústrias Básicas, Finanças, Trabalho e do Gabinete da Presidência. As informações são da Agência Ansa.

Segundo o dirigente do Partido Socialista Unido de Venezuela (Psuv) e prefeito de Caracas, Jorge Rodríguez, "pessoas que são contrárias à revolução e ao presidente não podem permanecer em cargos de direção nos ministérios, instituições públicas, governos e prefeituras". Ele disse que serão divulgadas listas com os nomes das pessoas que defenderam publicamente a realização da votação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала