Costa Rica quer fim de privilégios para cubanos nos Estados Unidos

© AP Photo / Ramon EspinosaBandeiras dos EUA e Cuba
Bandeiras dos EUA e Cuba - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solís, pediu nesta segunda-feira em Washington uma mudança na lei que privilegia a imigração cubana no país, em meio a um grande fluxo de pessoas que abandonam a ilha caribenha cruzando a América Central para chegar aos EUA.

Donald Trump - Sputnik Brasil
Trump comemora derrota da reforma de imigração proposta por Obama
"A migração cubana é privilegiada nos Estados Unidos. Até que essas medidas de alguma maneira não mudem, seguirá sendo uma circunstância muito atrativa para os cubanos abandonar a ilha", disse Solís durante um evento no centro de análises Wilson Center, em Washington. 

O tema migratório foi tratado também durante a reunião entre o líder costa-riquenho e o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, antes do encontro com o presidente Barack Obama. Solís reconheceu, no entanto, que, em ano de eleição, uma reforma na legislação de imigração dos Estados Unidos nesse momento é pouco provável. 

Desde 1966, a Lei de Ajuste Cubano facilita a imigração dos cidadãos de Cuba para os Estados Unidos, com vistos de residência e trabalho mesmo para aqueles que chegam ilegalmente ao país.

Embora por muitos anos a migração de cubanos para os EUA fosse feita basicamente pelo mar, muitos começaram a fazer a travessia recentemente passando pela América Central, principalmente depois que o Equador permitiu, até dezembro, a entrada livre desses migrantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала