Mulher afirma manter gravidez há 17 meses

© Sputnik / Vladimir Vyatkin / Abrir o banco de imagensMulher grávida no centro de Moscou, Rússia (foto de arquivo)
Mulher grávida no centro de Moscou, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma residente da província chinesa de Hunan estabeleceu recentemente um recorde Guinness em termos de prazo de gravidez: 17 meses. Esta informação foi publicada na versão inglesa do jornal chinês People's Daily (Renmin Ribao).

Um pequeno polvo extraordinário - Sputnik Brasil
Pequeno polvo conquista redes sociais
O jornal indica que a mulher, Wang Shi, ficou grávida ainda em fevereiro do ano passado. O parto foi marcado para 15 de novembro. Entretanto, o bebê parecia não ter vontade de nascer.

A mulher ficou preocupada e começou a ir ao médico todas as semanas para fazer os testes necessários. No entanto, os médicos excluíram a possibilidade de fazer uma cesariana aos 14 meses de gravidez porque o bebê não estava suficientemente desenvolvido.

"Alguns especialistas afirmam que as mulheres podem dar à luz com 13 meses de gravidez, mas não com 17 meses. Eles não conseguem explicar a razão disso", sublinhou o marido da mulher grávida.

Um OVNI pintada na parede - Sputnik Brasil
Na Irlanda até um OVNI pode ser parado pela polícia
Apesar de tudo, a mulher ao que se sabe não tem problemas de saúde. A cesariana será feira aos 18 meses de gravidez.

Durante a gravidez Wang Shi engordou 25,5 kg, agora o bebê pesa 3,8 kg.

O recorde anterior pertencia a Beulah Hunter em 1945, informou o jornal britânico The Mirror. A sua gravidez durou 375 dias, mais de 12 meses.

Ao mesmo tempo, a mídia afirma que não há provas de que a gravidez tenha realmente 17 meses, visto que a mulher não foi ao médico no início de gravidez e não há quaisquer registros.

Urso russo - Sputnik Brasil
Mulher russa conseguiu dar à luz cercada por ursos em taiga
A ginecologista e obstetra russa Elena Silantyeva declarou que tal duração de gravidez é impossível.

"É provável que a gravidez já tenha terminado em qualquer etapa e que o feto esteja morto", disse a especialista à agência russa RIA Novosti.

Ela destacou que há vários casos de mumificação de embriões dentro do ventre da mãe.

O ginecologista do Instituto de Pesquisa Central de Epidemiologia, Arkady Kotlyar, afirmou que há casos de gestação superior a 42-43 semanas de gravidez, mas o prazo de 17 meses é impossível.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала