Países Bálticos terão diferentes 'guardas aéreos'

© AFP 2022 / STEPHANE DE SAKUTINFuselagem de drone da OTAN, em frente ao estádio nacional onde foi realizada a cúpula da OTAN em Varsóvia, 9 de julho de 2016, Polônia
Fuselagem de drone da OTAN, em frente ao estádio nacional onde foi realizada a cúpula da OTAN em Varsóvia, 9 de julho de 2016, Polônia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A missão de policiamento aéreo da OTAN nos Estados Bálticos será assumido a partir de setembro pela França e Alemanha, informa o Ministério da Defesa lituano.

"Caças franceses Mirage irão substituir o contingente português, que está estacionado na base aérea de Siauliai", divulga o comunicado do Ministério da Defesa lituano.

Donald Trump, bilionário e candidato à presidência nos Estados Unidos - Sputnik Brasil
Estados bálticos em pânico após palavras de Trump sobre política externa
A Alemanha, com caças Eurofighter Typhoon, irá por sua vez substituir a Força Aérea Real britânica, que está colocada na Base de Amari da Força Aérea da Estônia, perto de Tallinn.

Os Países Bálticos não têm aeronaves adequadas para patrulha aérea, portanto, desde abril de 2004 (após sua entrada na OTAN), seu espaço aéreo é protegido por aeronaves de países da Aliança, baseados no aeroporto de Zokniai, na Lituânia, que em 2014 se tornou em uma plataforma adicional para o posicionamento de aeronaves da OTAN.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала