Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Nadadores dos EUA que teriam sido assaltados são proibidos de deixar o Brasil

Nos siga no
Os nadadores norte-americanos Ryan Lochte e James Feigen, que relataram terem sido assaltados no Rio de Janeiro, após voltar de uma festa na Zona Sul, tiveram seus passaportes apreendidos pela Justiça do Rio.

As crianças ao lado dos anéis olímpicos na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no dia 01 de agosto de 2016 antes dos Jogos Olímpicos no Rio 2016 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Comitê Olímpico dos EUA confirmou assalto armado de 4 nadadores americanos no Rio
A proibição dos atletas de deixar o Brasil se deu por conta de uma incompatibilidade entre as versões dos nadadores sobre o suposto assalto. Imagens da câmera de segurança da Vila Olímpica revelaram que os atletas chegaram à Vila cerca de três horas depois de deixar a festa na Zona Sul e mostraram eles deixando pertences como carteiras, celulares e relógios ao passar por detectores de metal.

Além disso, a polícia do Rio infomou ter mudado de linha de investigação para averiguar com mais precisão o que os atletas fizeram durante a madrugada, visto que os depoimentos apresentaram contradições.  

De acordo com a polícia, a linha de investigação pode passar de roubo para falsa comunicação de crime. 

Após os nadadores terem relatado o suposto assalto a meios de comunicação americanos, os atletas foram convocados para prestar depoimento sobre o crime. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала