Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Irã esclarece estatuto da base aérea onde permanecem Forças Aeroespaciais da Rússia

© Foto / Youtube/Hossein SoleimaniA base aérea de Hamadã no território do Irã
A base aérea de Hamadã no território do Irã - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente do parlamento do Irã, Ali Larijani, declarou que o país não permitiu utilização de base alguma pelos militares russos, revela agência iraniana Tasnim.

Numa sessão parlamentar desta quarta-feira (17) Hishmatulla Falahatpishe, membro da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, declarou que permanência das forças russas na base aérea de Hamadã viola as leis iranianas. A constituição do país proíbe criação de bases militares estrangeiras no seu território.

Porém, segundo Larijani, "nenhuma base foi providenciada às Forças Armadas da Rússia". Ao mesmo tempo o presidente do parlamento ressaltou que o Irã está cooperando com a Rússia quanto a assuntos regionais, inclusive no que diz respeito à questão síria.

Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA - Sputnik Brasil
EUA garantem segurança dos bombardeiros russos que voaram do Irã para a Síria
De acordo com o secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani, o Irã teria oferecido à Rússia infraestrutura e espaço aéreo a fim de combater terrorismo na Síria.

O presidente da comissão acima mencionada Alaeddin Boroujerdi, citado pela mesma agência, ressaltou que a Rússia está usando a base aérea somente para reabastecimento.

"Aquilo que está acontecendo na base aérea de Hamadã são voos dos aviões russos realizados de acordo com a ordem do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã e no âmbito da cooperação quadrilateral entre o Irã, Rússia, Síria e Iraque", informa a agência Tasnim, citando as palavras de Boroujerdi.

Caça bombardeiro Su-34 - Sputnik Brasil
Especialistas explicam presença de bombardeiros russos em base aérea do Irã
Os bombardeiros russos Tu-22M3 e Su-34 foram deslocados para a base iraniana de Hamadã. As Forças Aeroespaciais da Rússia já realizaram duas missões a partir do aeródromo de Hamadã, alvejando posições do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) a partir da terça-feira (16).

Desde o início do conflito sírio, o Irã tem apoiado o governo do presidente Bashar Assad. Anteriormente, o país abriu seu espaço aéreo para que a Rússia pudesse atacar objetos de terroristas na Síria com mísseis de cruzeiro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала