Forças curdas libertam vilas em Mossul e repelem ataques do Daesh

© REUTERS / Azad LashkariKurdish Peshmerga forces keep watch in a village east of Mosul, Iraq, May 29, 2016.
Kurdish Peshmerga forces keep watch in a village east of Mosul, Iraq, May 29, 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Unidades curdas peshmerga estão combatendo o Daesh, no oeste de Mossul, com a participação de aviões da coalizão antiterrorista. Como resultado da ofensiva dos combatentes peshmerga, jihadistas foram expulsos de povoados da província de Arbil.

O comandante das unidades peshmerga na região de Mossul, Livan Nurettin, contou em entrevista à Sputnik Turquia detalhes da operação.

"Temos intenção de barrar as passagens de Mossul à nossa região para os militantes do Daesh. O comandante chefe da operação é Massoud Barzani [líder da autonomia do Curdistão iraquiano] que deu a ordem para o início da operação na região que enfrenta ações de guerra", afirmou.

Iraque - Mossul - Sputnik Brasil
Liberação de Mossul será chefiada por famoso general iraniano
Ele acrescentou que aviões da coalizão apoiaram a operação de peshmerga, realizando ataques contra posições do Daesh. Como resultado do apoio, foram eliminados veículos minados dos terroristas, realizando a limpeza de uma área de 14 km². 12 vilas árabes, turcomenas e curdas foram libertadas em Mossul.

"Essa é uma ação preliminar para a libertação de Mossul. Jihadistas sofreram grandes perdas, 180 militantes foram eliminados. Além disso, as forças peshmerga conseguiram eliminar grande número de armamento e terroristas", disse.

Ao mesmo tempo, terroristas do Daesh (grupo proibido na Rússia) atacaram hoje (16) forças peshmerga na região da cidade de Sinjar a oeste de Mossul.

O prefeito de Sinjar, Mihemed Xelil, disse à Sputnik Turquia que tudo isso aconteceu hoje ao amanhecer. As forças peshmerga usaram equipamento pesado. O confronto durou algumas horas. Como resultado, mais de uma centena de jihadistas morreram. As unidades peshmerga não sofreram grandes perdas. Cinco soldados ficaram feridos. A região, que foi atacada, está sob o controle das unidades peshmerga, concluiu ele.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала