Kiev aumenta espionagem aérea sobre Donbass

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensDrone Granat Va-1200 com o fuzil-metralhadora Kedr na exposição Dia de inovações do Ministério da Defesa da Rússia 2015, região de Moscou, Rússia (foto de arquivo)
Drone Granat Va-1200 com o fuzil-metralhadora Kedr na exposição Dia de inovações do Ministério da Defesa da Rússia 2015, região de Moscou, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da autoproclamada República Popular de Donetsk detectou o aumento das missões de espionagem aérea por parte de Kiev. A informação é do vice-chefe das milícias de Donetsk, Eduard Basurin.

Bombas não detonadas do exército ucraniano nos subúrbios de Donetsk - Sputnik Brasil
Donetsk acusa Kiev de lançar 2.700 projéteis em uma semana
"Um uso mais intenso de dispositivos não tripulados foi registrado nas regiões de Zaitsevo, Gorlovka, Krasni, Partizan, Yasinovataya, Staromijailovka, Spartak, Aleksandrovka, Elenovka, Dokuchaevsk, Komintérnovo, Léninskoe, Sajanka, Sosnóvoe, Dzerjínskoe, Zaichenko e o bairro Petrovski da cidade de Donetsk", disse Basurin.

Em abril de 2014 Kiev lançou uma operação militar na províncias de Donetsk e Lugansk para reprimir os focos de contestação ao golpe de Estado ocorrido na Ucrânia em fevereiro daquele ano. 

Atualmente, está em vigor um regime de cessar-fogo, mas tanto Kiev, quanto as autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk, relatam violações da trégua constantemente. 

Segundo os dados da ONU, o conflito no leste da Ucrânia já causou a morte de mais de 9.500 mortos e mais de 22 mil feridos. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала