Opinião: Rússia pretende assumir a liderança na região do mar Negro

© Sputnik / Konstantin Chalabov / Abrir o banco de imagensMarinha da Rússia do mar Negro
Marinha da Rússia do mar Negro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Encontro entre os líderes da Rússia, Turquia e Irã teve como objetivo principal a discussão sobre posição de liderança da Rússia a nível regional, comunica analista do jornal The National Interest, Nikolas Gvozdev.

Na segunda-feira (8), foram realizadas, em Baku, negociações trilaterais entre os presidentes da Rússia, Azerbaijão e Irã, que discutiram a realização de projetos de infraestrutura que devem ligar Europa ao sul da Ásia. Os resultados do encontro mostraram que o projeto "corredor de transporte" sairá dos papéis, acrescenta analista do jornal The National Interest

Presidente de Turquia Recep Tayyip Erdogan - Sputnik Brasil
Turquia não quer escolher entre Rússia, UE e OTAN
​Apesar de divergências em várias questões, os líderes dos três países estão seguros que a manutenção do Status quo na região beneficiará a todos, sublinha. 

Segundo fontes, o presidente do Irã, Hassan Rohani, pediu ao Putin para esclarecer posição do Troika (grupo de credores) ao presidente turco Erdogan, com quem ele se encontraria mais tarde em São Petersburgo. Com o pedido de desculpas da Turquia pelo incidente com o caça Su-24, as negociações entre os países foram impulsionadas, acredita Gvozdev.

Um dos principais resultados do encontro entre os presidentes da Rússia e Turquia foi o compromisso assumido por Moscou e Ancara em relação à situação na Síria. Diferentemente de muitos políticos americanos, que frequentemente defendem o abandono de Assad da presidência, Erdogan entende que há pontos negativos se manter conflito com a Rússia. 

Presidente russo Vladimir Putin e presidente turco Recep Tayyip Erdogan antes da entrevista coletiva conjunta em São Petersburgo, Rússia, 9 de agosto de 2016 - Sputnik Brasil
'Rússia não precisa da Turquia como satélite, mas como membro forte da OTAN'
​A Turquia receia que grupos curdos tornem-se autônomos na fronteira do país. Há um possiblidade destes receios se tornarem realidade se Moscou e Washington apoiarem à Síria, acredita ele.

"Atualmente o Putin conta com várias alternativas. O gasoduto ‘Corrente Turca’ volta com toda a força e está em discussão a criação de projeto de construção de nova rota no Golfe Pérsico, que passará pelo Irã. Rússia pretende assumir a liderança na região do mar Negro", aponta Gvozdev. 

A reunião de Putin e Erdogan teve como plano de fundo, a frágil relação entre Ancara e Bruxelas. Como as relações entre Rússia e Turquia estão voltando ao normal, há uma possibilidade de Ancara assumir papel importante como facilitador no transporte de gás para a Europa. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала