NASA vendeu acidentalmente uma bolsa com amostras lunares da 'Apollo 11'

© Sputnik / Sergei Mamontov / Abrir o banco de imagensEscritório da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos EUA no estado norte-americano de Flórida
Escritório da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos EUA no estado norte-americano de Flórida - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A agência espacial norte-americana vendeu acidentalmente um artefato da missão 'Apollo 11', que pousou na Lua em 1969. NASA está tentando cancelar a venda, transmite o canal Sky News.

Superfície do planeta Vênus - Sputnik Brasil
NASA: Vênus podia ter sido habitado
Os astronautas americanos Neil Armstrong e Buzz Aldrin, em 20 julho de 1969, pisaram na Lua no módulo "Eagle" da nave espacial "Apollo 11". Telespectadores de todo o mundo acompanharam o pouso e a saída de Armstrong da nave na superfície lunar. Aldrin foi o segundo homem a pisar na lua, chegando a andar 1 km a pé no satélite natural.

A bolsa foi vendida depois de erro no sistema da NASA. Ela foi utilizada para recolher amostras de rochas lunares no ano de 1969. Ainda há fragmentos de amostras no tecido da bolsa.

Residente do estado de Illinois, nos Estados Unidos, Nancy Carlson, comprou a bolsa por US$ 995, que em seguida foi considerada pela NASA como "um artefato raro, <…> um tesouro nacional". O erro foi descoberto quando o comprador enviou a bolsa de volta para a NASA para autenticação.

A NASA decidiu ficar com a bolsa e está tentando resgatar, juntamente com autoridades federais, o direito de propriedade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала