Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Confira novas capacidades de combate do novo porta-aviões chinês

© Foto / Wikipedia/Voice of AmericaNovo porta-aviões chinês Liaoning
Novo porta-aviões chinês Liaoning - Sputnik Brasil
Nos siga no
Enquanto as tensões na região do mar do Sul da China estão crescendo, a televisão chinesa anuncia as novas capacidades de combate do novo porta-aviões.

Na semana passada, a televisão chinesa informou sobre "capacidades crescentes de combate" do seu porta-aviões Liaoning (CV-16), afirmando que a plataforma pode transportar até 20 caças de combate, reforçando potências navais e aéreas do Beijing no Pacífico no contexto das tensões crescentes.

A reportagem da semana passada mostrou o Liaoning carregando 8 caças J-15 da Corporação Aeronáutica de Shenyang (SAC em inglês), bem como helicópteros Z-18 e Z-9, o maior número de aeronaves transportada a bordo do porta-aviões. 

A presença de helicópteros Z-18J de Alerta Aéreo Antecipado (AEW, em inglês) e Z-18F antissubmarino representa um desenvolvimento significativo das capacidades navais e aéreas da China.

"Se todos 8 caças voarem em formação, eles terão forte capacidade de combate", acrescentou o contra-almirante chinês Yin Zhou. 

​Voando à velocidade de 2.551 km/h, o J-15 possui capacidades semi-stealth, podendo operar como interceptor e avião de combate tradicional. 

O porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang fala durante uma coletiva de imprensa em Pequim, em 13 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
China se recusa a aceitar decisão do Tribunal de Haia sobre mar do Sul da China
A capacidade crescente do Liaoning é substancial no contexto do reforço da presença militar da China, que surge não só em resposta às decisões do Tribunal de Haia (não reconhecendo os interesses territoriais da China no mar do Sul da China), mas também às declarações dos governos ocidentais, que exigem que a China retire forças da região. 

A China tem repetidamente afirmado que o Tribunal de Haia não tem competência para tomar decisões no processo presente. 

A China exortou ainda os seus cidadãos a se prepararem para a guerra.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала